quarta-feira, 2 de março de 2016

CONSUMIDOR. Cearensês é usado em campanha promocional

Escreve Laurisa Nutting, analista de comunicação: 
Três personagens, interpretados pela nova geração de humoristas cearenses, falando “cearensês” para interagir com marcas e com a população ao anunciar o 14º Supersaldão Rabelo, que começa no dia 2 de março em três cidades da Região Metropolitana de Fortaleza. Lisoneide, a protagonista da campanha criada pela Advance, vai mostrar que até as pessoas com os orçamentos mais apertados podem renovar completamente sua casa – do aparelho de TV à prancha de cabelo, da cama à sanduicheira.

A campanha começa a ser veiculada no dia 28 de fevereiro anunciando o Supersaldão. Além de TV, a campanha é composta de rádio, jornal, digital out-of-home e mídia digital. A protagonista da campanha também ganhará uma página no Facebook para que a interação com o público seja mais intensa. 

“O varejo está muito marcado pelo pancadão ‘produto e preço’ e estamos trilhando um caminho diferente, criando uma identificação por intermédio de uma fala íntima com o público, estabelecendo, assim, um vínculo com o consumidor”, ressalta o diretor de criação da Advance, Fernando Manara.

Os filmes vão acompanhando a mudança na vida de Lisoneide, que é interpretada por Denis Lacerda, que ganhou o Prêmio MultiShow de Humor em 2014. Sua fala no primeiro comercial deixa claro que acontecerão muitas mudanças na sua vida. Desde que a personagem soube que ia começar o Supersaldão Rabelo, prometeu a si mesma: “Pois é dia 2 que eu saio dessa, ou eu não me chamo Lisoneide.” Depois entram dois novos personagens. No quarto filme, entra Creuza, interpretada por Tirulipa, que já tinha estrelado outros trabalhos para a Rabelo, e no sexto comercial aparece Gleydson, a quem o ator Haroldo Guimarães dá vida.

Quando receberam o briefing de que o cliente queria uma campanha diferente para seu 14º Supersaldão, os criativos Emanuel Gondim e Georgge Plutarco logo pensaram em contar uma história com começo, meio e fim. A ideia de fazer uma personagem feminina interpretada por um ator aconteceu naturalmente, bem como a escolha do ator, pois o trabalho de Denis já era conhecido pelos criativos. À dupla juntou-se depois outro criativo, Rodrigo Aguado. 

Um comentário:

Anônimo disse...

A forma adequada para nomear a nossa maneira de falar é cearês. Ex.: Cear-á => cear-ês. Pegue, como exemplo, o substantivo francês. Ele é formado da seguinte forma: Franç-a => franc-ês.