segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

PROFESSORA ADISIA. O sonho de visitar à casa onde nasceu

Há 15 anos, a professora Adísia Sá lamentou, à beira do microfone da AM do Povo, o sonho de visitar a casa em que nasceu em Cariré, a 268 quilômetros de Fortaleza. 

Em 2008, após receber homenagem na Câmara Municipal de Cariré, lembrou em postagem o jornalista Eliomar de Lima, Adísia chegou a ir até a residência, na rua da estação ferroviária, mas foi impedida pelos atuais moradores de visitar a casa. 

Eliomar, por sinal, ficou solidário à mestra e lançou a campanha "Abra a porta para Adísia". Pelo visto, não repercutiu. Até hoje, Adísia não pode visitar a casa onde nasceu. 

2 comentários:

Telma Pimenta disse...

Lamentável. Professora Adisia merece homenagens e portas abertas. Creio que os moradores da casa desconheçam a importância ( cheia de LUZ e SIMPLICIDADE ) da nossa QUERIDA ADISIA.

Anônimo disse...

Nossa que absurdo!