quarta-feira, 18 de março de 2015

JUSTIÇA. Record indeniza apresentador da Rede Globo


Deu na Imprensa: Apresentador do Jornal da Globo, William Waack vai ficar em breve R$ 82.880,98 mais rico. Esse é o valor que a Record depositou na Justiça de São Paulo no início deste mês para cumprir sentença que a condenou a indenizar o jornalista da Globo. Em 2011, a rede de Edir Macedo publicou em seu portal na internet a falsa notícia de que Waack seria agente da CIA, a central de inteligência dos Estados Unidos, e atuaria como espião para o governo norte-americano. Nos tribunais, Waack alegou ter sofrido "dissabores" por causa da nota.

A Record foi condenada a indenizar Waack em novembro de 2012, um ano depois da publicação, mas recorreu ao Tribunal de Justiça de São Paulo. O TJ-SP, no entanto, confirmou a sentença original. Em fevereiro, atualizou o valor da indenização e o cobrou da emissora. O pagamento da Record foi registrado no último dia 4 pelo sistema de acompanhamento processual do TJ, mas Waack ainda não recebeu o dinheiro.

Em 27 de outubro de 2011, o R7, portal da Record, publicou a notícia "Wikileaks aponta William Waack como informante do governo dos EUA". O texto, que hoje não está mais disponível no portal, era baseado no blog Brasil que Vai, do economista Luiz Alberto Cezar. Supostamente amparado em documentos da organização Wikileaks, Cezar afirmava que Waack "estaria sob o comando do governo norte-americano para sustentar posições na mídia brasileira afinadas com as grandes linhas da política externa americana".

Fonte: Daniel Castro/UOL

Nenhum comentário: