segunda-feira, 25 de novembro de 2013

TV. Telejornais noturnos perdem audiência

.
A colunista Keila Jimenez destaca a queda de audiência dos telejornais noturnos. De janeiro a outubro, o 'Jornal Nacional' (Globo) registrou queda de 10 por cento, com média de 26,3 pontos, ante 29,3 do mesmo período no ano passado.

Na Band, o "Brasil Urgente", perdeu 16% de sua plateia. Marcou até outubro média de 4,3 pontos, ante 5,2 pontos em 2012.

No SBT, o "SBT Brasil" passou de 5 pontos para 4,7. No entanto, a tentativa da emissora de colocar mais um noticiário na faixa nobre naufragou. O "SBT Notícias" não durou nem dois meses no ar, por conta da baixa audiência.

 O "RedeTV News" também perdeu público. Foi de 1,6 ponto (2012) para 1 ponto. 

A explicação: "com o público chegando cada vez mais tarde em casa e informando-se por outras vias, quase todos os noticiários noturnos de TV perderam audiência em 2013", segundo a própria colunista.

Um comentário:

Francisco Othon P. de Norões disse...

Em 2014 .

Apesar de a Globo não confirmar o desejo de acabar com os filmes e sessões como "Supercine", "Tela Quente" e "Sessão da Tarde" num futuro próximo, o assunto ganha cada vez mais espaço em seus interiores.

Só não é admitido publicamente porque os contratos em vigência com as distribuidoras, coisa e tal, não permitem.

TV sem cinema

Um dos projetos, ainda embrionários, mas já comentados para as segundas-feiras, por exemplo, seria realizar algo na linha do impacto, tal qual "Breaking Bad", série de grande sucesso nos Estados Unidos, encerrada em setembro após 5 temporadas.

Possibilidades que apenas reforçam a visão de que lugar de filme, hoje, é na televisão por assinatura ou Netflix.


Via: José Carlos Nery