domingo, 27 de janeiro de 2013

MÍDIA. As lições da tragédia de Santa Maria

.
A tragédia de Santa Maria deixa lições para todos em termos de discutir a segurança de locais de grande aglomeração - o alvará estava vencido desde agosto passado -, além de uma reflexão sobre a obtusa visão de comerciantes - os seguranças teriam trancado as portas para impedir que pessoas fugissem sem pagar a conta -, o que revela estreiteza de comportamento humanitário numa hora dessas. Mas há um outro dado que preciso destacar, relacionado a rapidez da informação. 

Com os novos recursos da mídia e a ajuda providencial das redes sociais, hoje em dia facilmente se consegue ter noção de tudo que acontece no mundo, em tempo real. A presença de tuiteiros e blogueiros, dando informações das proximidades da tragédia na hora em que ela ocorria - o próprio governador Tarso Genro fez uso dessas ferramenta para transmitir orientações ao seu pessoal -; a presteza das estações de rádio - a Gaúcha, 600 AM e FM 93.7 alteraram sua programação para prestar serviço na madrugada -, denotam como a democratização da informação tem sido importante.



O uso de câmeras em celulares - salve o Istagram! - é uma outra ferramenta que auxiliou as redações de jornais e emissoras de tv a ilustrarem os boletins e as transmissões ao vivo. Uma dessas imagens, feitas por um dos sobreviventes, revela o show pirotécnico que, provavelmente, tenha sido a causa do incêndio. 

A agilidade com que a informação circula hoje em dia, favorece a que, rapidamente, um fato como esse fosse estampado nos portais de notícias do mundo inteiro possa inteirar a todos sobre as ocorrências e o poder de comoção que, nessas horas, une uma nação. 



2 comentários:

Ismael Luiz disse...

No momento em que vivenciamos e compartilhamos a tragédia, lembramos que a mesma sirva de exemplo para que,em todo o país, sejam revistas as condições de funcionamento destes estabelecimentos. O Corpo de Bombeiros gaúcho,segundo se informa,teria informado que a boate estava funcionando de maneira irregular.Confirma,ainda, que a porta teria sido trancada,propositalmente,para evitar que as pessoas saíssem sem pagar a conta.Triste.

Anônimo disse...

Olha a Band jogando pesado pela audiência da tragédia do RS, tirou o Datena de casa só para fazer a cobertura, não precisava disso!

Rubens Correia