sábado, 24 de novembro de 2012

CONSUMO. Black Friday virou Black Fraude

.
Nesse Brasil 'cabôco' de Mãe Preta e Pai João, a facilidade com que se lesa o povo é algo que desencanta qualquer cristão. Vejam o Black Friday, cópia esfarrapada de um evento da pátria do norte e que há poucos anos se tenta aplicar no nosso país. Ao descobrirem que os descontos das empresas eram maquiados a ponto do Procon de SP notificar várias empresas, os consumidores simplesmente transformaram Black Friday em Black Fraude. As redes sociais passaram a sexta feira alertando os mais incautos. 


2 comentários:

Eduardo Valente disse...

Quê é isso rapá? Estava tudo pela metade do dobro...

Anônimo disse...

Engraçado. Os próprios jornalistas ainda no ano passado, na primeira vez do Black Friday, anunciaram aos QUATRO ventos que haveria desconto.
Não fizeram nem uma pesquisa nas lojas pra constatar o engodo, antes da publicação da matéria. Simplesmente levaram milhões de incautos a comprar.
E agora vêm falar em Procon? Tarde demais. Muita gente não pesquisou no ano passado nem neste.

A artimanha é simples: semanas antes do Black Friday(hic), o lojista aumenta o preço. No dia do evento, baixa e diz que é desconto. Lorota. É o preço normal.
Qualquer um que pesquisasse nas lojas online ou físicas, veria que o preço dos utilitários domésticos, dos eletros, informática, cama, mesa, banho etc, era o mesmo em todas as lojas, participantes da farsa ou não.