segunda-feira, 26 de setembro de 2011

AUDIÊNCIA. Ibope tem novo rival no Brasil


Está na coluna Outro Canal, da Folha de SP: "A Nielsen, uma das maiores empresas de pesquisa do mundo, entrará no Brasil para medir audiência de TV.

A Folha apurou que estão avançadas as conversas da empresa americana com as emissoras e agências de publicidade -os maiores clientes da medição de audiência televisiva. A novidade pode acabar com um monopólio de décadas do Ibope.

Desde 1988, o instituto mede sozinho a audiência em tempo real na TV brasileira. Apesar de algumas tentativas isoladas de concorrência, o Ibope segue como a única referência de pesquisa na TV, o que dá margem para uma série de questionamentos.

Representantes da Nielsen recentemente se reuniram com dirigentes de Record, Band, Globo, SBT e Rede TV!. Dessas, apenas a Globo não se posicionou sobre o interesse de pagar por uma nova pesquisa de audiência.

A empresa apresentará nos próximos dias o planejamento da medição e seus orçamentos. Prometeu colocar a pesquisa em vigor já em 2012.

A concorrência na medição de audiência na TV deve atrapalhar a parceria da Nielsen com o Ibope no Brasil, em pesquisas na internet.

Procurada, a Nielsen não quis falar sobre o assunto.

O Ibope diz que a concorrência é um fenômeno saudável, mas que manterá sua posição no Brasil".

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu pelo menos gostava qundo o o Silvio Santos criou o Datanexus e podiamos acompanhar a audiência em tempo real na internet.

Resta saber se a nova empresa vai seguir a quantidade de aparelhos do Ibope para ter uma medição semelhante.

Rubens Correia
www.blogdorubinho.com.br

Anônimo disse...

nonato esta empresa já trabalha no ramo de tv a muito tempo pois já trabalhei na unidade de são paulo no km 22 da rodovia raposo tavares sentido sp, por sinal uma empresa muito ótima pra se trabalhar trata muito bem o seus colaboradores , a atuação dela era na época a uns 10 anos pesquisas de presos pra empresas e pra empresas que anuncia na mídia se realmente passam os tempos combinado no contrato.era no tempo da fita de vídeo nunca tinha vista tanta fita em um só lugar de provas das vinculação dos mexam.