sexta-feira, 24 de junho de 2011

ARTIGO. Contrabando de estagiários


Um texto de André Gomes, do blog Hora da Pizza (Portal da Propaganda) disseca com irreverência e humor a questão dos estudantes de Propaganda e Publicidade que adentram as agências na pele de estagiários. Acompanhe um trecho:
"A polícia apreendeu hoje mais um caminhão carregado de contrabando. Entre a carga, os agentes encontraram perfumes importados, animais ameaçados de extinção e cinqüenta estagiários de propaganda.Vamos ao vivo até o galpão da polícia onde a nossa repórter Eudes Graça tem mais informações sobre o caso:

- Boa noite, William! Todo o carregamento seria comercializado em moeda estrangeira. Os perfumes foram avaliados em cem mil dólares. Os animais, em seiscentos mil euros. Já os estagiários custariam a seus supostos receptadores – agências de publicidade em cinco capitais – a quantia individual de vinte guaranis, moeda corrente do Paraguai.

A movimentação aqui no barracão da polícia para onde foi trazida a muamba é muito grande. Equipes de jornalismo, entidades de proteção ambiental e muitos, muitos curiosos lotam o local. Mas vamos tentar conversar agora com um dos agentes que participaram da operação.

– Cabo Coió! Cabo Coió! Como a polícia avalia este caso tão desumano?
– Positivo...
– A polícia avalia o caso como positivo?
– Negativo!
– É positivo ou negativo?
– Veja bem. É um caso desumano. Nunca vi uma coisa tão cruel. Os animais estavam exaustos e muitos vidros de perfume foram destruídos.
– Mas e os estagiários?
– Positivo. Foram eles que estressaram os bichos e quebraram os perfumes durante uma briga.
– Obrigada, cabo!"
Texto completo AQUI.

Nenhum comentário: