quinta-feira, 28 de abril de 2011

CENSURA. Demissão por causa de enquete


Quem foi mesmo o profissional que foi demitido do Grupo Folha ontem após publicar enquete “Sexo gay no nazismo”, no site da Livraria da Folha? O site Comunique-se diz que a identidade não foi revelada.

Li que a pergunta foi lançada para saber se os leitores teriam relações homoafetivas se fossem prisioneiros em algum campo nazista. O livro citado é o 'Triângulo Rosa', obra baseada em depoimentos de um homossexual, sobrevivente ao Holocausto.

Em nota, a direção da livraria da Folha afirmou que a enquete era “inapropriada e desrespeitosa à memória das vítimas do Holocausto”. A equipe também lamentou o episódio e pediu desculpas “a todos os que se sentiram ofendidos” pela publicação da enquete, que no fim da tarde de ontem já havia sido retirada da página online do Grupo Folha.

Um comentário:

Ismael Luiz disse...

Onde está escrito que era proibido sexo gay no nazismo?Triste,é saber que um profissional,nos dias de hoje,está sem emprego,por ter abordado que,queiram ou não,faz parte da história do mundo.