quarta-feira, 28 de julho de 2010

Nomes. A efêmera vida de quem tem fama


Estava comentando ontem com colegas sobre o quanto é efêmera a fama. Enquanto um profissional está no batente, no dia-a-dia, todo mundo fala dele. De bem ou de mal. Basta sair da vitrine - seja rádio, jornal, cinema ou tv - e é logo esquecido. E o pessoal listou alguns casos locais.

Famoso nas manhãs da Verdinha, Carlos Augusto sumiu com a aposentadoria prévia. Evidente que ouvintes ainda se ressentem da ausência dele no microfone. Mesma coisa pode se dizer de Marilena Lima. A repórter com passagens pelo Barra e Comando 22, responde agora pelo trabalho junto a sua produtora de vídeo.

Ninguém mais fala de Tadeu Nascimento, o primeiro 'Barra Pesada'. Uma das vozes mais distintas do rádio noturno, Juarez Silveira, o 'Pássaro da Madrugada' vive enfermo por conta de um acidente vascular cerebral. Até os antigos colegas o esqueceram. Por conta do afastamento, passou momentos difíceis. Idem para o querido Paulo Roberto, sucesso estonteante como o secretário do povo na 1010.

De Jonas Filho, noticiarista da AM do Povo, poucos lembram. Mudou de profissão. Jalmir Monteiro, um ícone da 'Discoteca do Fã', aposentou-se. Até o próprio criador da discoteca nos tempos da Rádio Iracema, José Lisboa - "acabou-se o milho, acabou a pipoca", se ouve falar pouco.

Fama, sucesso, aplausos... tudo é efêmero. Como é efêmera a vida da matéria.
FALANDO NISSO

Fátima Abreu* disse: "Pois é, ontem mesmo estava vendo o jornal na TV e sempre quando aparece alguém falando, os caracteres indicam a profissão da pessoa. Neste mundo precisamos do sobrenome que a empresa nos empresta. Mas, amizade verdadeira transcende esse endereço, não é verdade?"
* Fátima Abreu é diretora da FM Assembleia

5 comentários:

fatima disse...

Pois é.. ontem mesmo estava vendo o jornal na TV e sempre quando aparece alguem falando, os caracteres indicam a profissão da pessoa.

Neste mundo precisamos do sobrenome que a empresa nos empresta. Mas, amizade verdadeira transcende esse endereço, não é verdade?

A propósito, quando o senhor virá conferir a sua imagem no painel sobre a história do rádio?

Marcos Mpe disse...

Isso é porque aqui no Brasil e, ainda mais no Ceará, não se cultua o passado.Tivessem essas pessoas nascido nos EUA e seriam modelos para os mais jovens.Até oje eles,os americanos, lembram de Walter 'Conkrite'(?).Desse pessoal bom não existem nem fitas de áudio ou video.As nossas universidades, nossos sindicatos realcionados ao rádio e jornal,nossa associação, nossos estudantes de jornalismo,os comunicadores atuais, deveriam se voltar para relembrar esses nomes todos.Os próprios meios de comunicação por onde passaram, deveriam, no mínimo, em seus sites colocar menções a sua trajetória.Nem isso existe! Não existe uma rádio ou tv no Ceará, exceto a Universitária, que conte sua trajetória através de seu site.Umas nem site próprio possuem,veja o caso da PovoCBN. Assim não dá para mudar!

caçador de verdades disse...

Nonato,obrigado pela referência à minha pessoa.Partindo de você,não esperaria outra coisa. A verdade, é que só valemos enquanto temos um microfone em mãos.Não estou lamentando,porém,não me esquecendo dos muitos que,em algum tempo da vida,julguei serem amigos,sem nenhum interesse.Dia desses, em um dos restaurantes de Fortaleza,fui cumprimentar,com a alegria de revê-lo,um colega, ex-comandado meu inclusive.Fui recebido de maneira tão fria que os que comigo estavam,se não conhecessem o meu caráter,acreditariam que seria resultado de algum desdém de minha parte.Em compensação,existem amigos,como você,que não precisam estar,fisicamente,ao nosso lado,pois pelo apreço que dedicam,estão sempre em nosso coração. Melhor ainda: em nossa memória.

Luiz Eduardo disse...

Você falou tudo Nonato! E para que algumas histórias não caiam no esquecimento vou tentar contar o que vivi nos meus quase 15 anos de FM em um blog. Assim que colocar os dedos em ação - já que a mente está fervilhando de idéias - convido-o para uma visita virtual.

Um abraço,

Anônimo disse...

Caro amigo Nonato ALbuquerque - Parabéns pelo excelente "blog"Sempre que chance tenho, procuro ler tudo que fale da minha linda Fortaleza,do meu belo Ceará. O amigo e conterrâneo residente em: Águas Lindas de Goías - GO - Um abraço e tudo de bom !!!