sábado, 24 de abril de 2010

Jornal. O Parasita prega a homofobia



Um jornal dos alunos do curso de Farmácia e Bioquímica da USP manda jogar fezes nos gays e recebe o repúdio de todos, inclusive das autoridades que vão acionar os responsáveis.

A Defensoria Pública do Estado de São Paulo teve conhecimento do texto e informou que irá denunciar o periódico semestral por homofobia à Comissão Processante Especial da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo.
"Lançe-merdas (sic) e Brega será na Faixa - Ultimamente nossa gloriosa faculdade vem sendo palco de cenas totalmente inadmissíveis. Ano passado, tivemos o famoso episódio em que 2 viadinhos trocaram beijos em uma festa no porão de med. Como se já não bastasse, um deles trajava uma camiseta da Atlética. Porra, manchar o nome de uma instituição da nossa faculdade em teritório dos medicus não pode ser tolerado. Na última festa dos bixos, os mesmos viadinhos citados acima, aprontaram uma pior ainda. Os seres se trancaram em uma cabine do banheiro, enquanto se ouviam dizeres do tipo "Aí, tira a mão daí." Se as coisas continuarem assim, nossa faculdade vai virar uma ECA. Para retornar a ordem na nossa querida Farmácia, O Parasita lança um desafio, jogue merda em um viado, que você receberá, totalmente grátis, um convite de luxo para a Festa Brega 2010. Contamos com a colaboração de todos. Joãozinho Zé-Ruela", escreve "O Parasita".
FONTE

7 comentários:

viniciusss disse...

joga merda na vó de quem fez essa noticia

Anônimo disse...

Infelizmente ainda temos que nos deparar com atitudes primitivas de uma minoria que acaba por denegrir a imagem de pessoas que não tem nada a ver com isso, é muito ruim ser taxado de homofóbico, vivemos em um país livre e infelizmente essa atitude desse infame da USP não é unica no Brasil, recentemente em Brasília isso também vem ocorrendo, mas pela defesa pública que ao invés de guardar a segurança dos cidadãos está intervindo em pontos de encontro do público GLS, fazendo com que pessoas que estão curtindo uma "festa" se retirem de um lugar PÚBLICO (estacionamento do Parque da Cidade) fazendo com que esses cidadãos sofram a humilhação de serem equiparados à marginais.

Anônimo disse...

ta certo quem fez a noticia

Anônimo disse...

Eu também acho que não é nada cômodo ver pessoas do mesmo sexo se acariciando em público, mas incitar que se jogue fezes ou qualquer outra coisa nelas é no mínimo coisa pra quem vive na era das trevas e não para alguém que esteja cursando uma universidade. É impressionante como a maioria dos universitários é preconceituosa.

Diego disse...

é triste ver que pessoas de nível acadêmico tenham uma mente tão pequena a ponto de fazerrem tais comentários... welcome to the jungle!

Antonio ALTANEIRA fco: rocha SP disse...

tudo bem que não devemos ir a tal ponto de ter que se melar de fezes mais que os gays adora fazer coisas do tipo que gera polêmicas isso eles adora pois eles pode se amar que ninguém vai dizer nada desde que eles escolha um lugar apropriado pra tal pois até homens e mulher que mais comum com tais carícias em um lugar de muitas aglomeração não pega muito bem imaginem do mesmo sexo não se é contra os homossexuais mais sim as atitudes que alguns fazem parece que até mesmo já com a intenção de gerar polêmicas e quem sabe vira até celebridade como a moça de roupa muito curta da outra faculdade que ficou famosa mesmo sem ter talento algum.é isso ai

marcelobrazil20 disse...

INFELIZMENTE ESSA É A REALIDADE BRASILEIRA. ATÉ QUANDO ISTO VAI DURAR???? A MAIOR PARTE DOS BRASILEIROS SÃO PRECONCEITUOSOS. NINGUÉM PÁRA PARA PENSAR QUE, AS ATITUDES DOS HETEROSSEXUAIS TAMBÉM DEVERIAM VALER DO MESMO JEITO AO PASSO QUE AS DOS HOMOSSEXUAIS, SE OS HOMOSSEXUAIS NÃO PODEM BEIJAR-SE EM PÚBLICO, POR QUE OS HETEROSSEXUAIS PODEM?? ELES NÃO MELHORES DO QUE OS HOMOSSEXUAIS! NÃO SEI ATÉ QUANDO O PRECONCEITO VAI TERMINAR NESTE PAÍS. ISTO JÁ VEM DOS POLÍTICOS QUE VOTAMOS. SE VIVEMOS EM UMA DEMOCRACIA TEM DE TER LIBERDADE PARA TODOS!