terça-feira, 30 de março de 2010

Política. De quem fica à margem da lei


A campanha política ainda não começou oficialmente. Pedir voto, agora, significa descumprir a lei. Pois semana passada, numa reunião social, um advogado que já foi vereador distribuía entre os presentes santinhos contendo sua foto e os dizeres: "quem tem um amigo, tem tudo".

No verso do santinho: "O seu voto é uma força. Através desta força você pode mudar muitas coisas. Valorize o seu voto escolhendo uma pessoa que tem dignidade igual a você para votar".

Será que um descumpridor de leis como este tem moral para falar de dignidade?

2 comentários:

Anônimo disse...

Meu caro Nonato,
Seu post é muito pertinente e se todo eleitor tivesse consciência do real valor de seu voto jamais o trocaria por nada! E eu fico a questionar: será que políticos que descaradamente compram votos merecem ser votados? O povo precisa saber que o seu voto é livre, não importa se tenha recebido algum benefício para votar em alguém! O nosso voto é uma arma que ninguém pode dispara-la por nós.
Lúcia Carvalho

ANTONIO ALTANEIRA fco: da rocha sp; disse...

Ai já dar pra ver que o candidato é um sem vergonha pois já esta faltando respeito ao eleitor por esta pedindo voto fora de campanha ela já esta achando que você eleitor é um idiota. eu não aceito papel de candidato por achar um desrespeito ao eleitor dar um papel pra ele pedindo seu voto. voto é coisa seria não pode votar em que não se conhece. tem muitos aventureiros querendo usar a política pra cabide de empregos pra parentes e todos perdem com isso só a familia do que você ajudou a eleger que ganha e o pais todo perde com os políticos sem respeito a lei e ao eleitor, e olha que são muitos. veja ai o presidente do pais o que esta fazendo coisa feia ignorando a lei do pais que foi feita pra dar igualdades a todos, e o chefe maior´que deveria dar o exemplo. é o primeiro a desrespeitar a lei. e tem sindicato pedindo dinheiro pra pagar as multas do presidente um absurdo.