sexta-feira, 19 de março de 2010

Cine. Mistérios na filmagem de 'Chico Xavier'


Li no Diário de SP e repasso para vocês a matéria do Fernando Oliveira: "Alguns filmes são cercados por um certo folclore em torno de seus bastidores. De longas como “O Exorcista” a “Três Solteirões e um Bebê”, não faltam histórias sobre refletores que caem ou fantasmas que aparecem no set. Com as filmagens de “Chico Xavier”, de Daniel Filho, que estreia em 2 de abril, não foi diferente. Até parecia que o médium havia colocado um dedo ali, para se mostrar presente. Para compilar esses causos, o jornalista Marcel Souto Maior lançou o livro “Chico Xavier – A História do Filme de Daniel Filho” (Leya, 288 págs., R$ 34,90).

“Para falar a verdade, não pensávamos em publicar este livro. Mas aconteceram tantas histórias curiosas e emocionantes no set que era preciso registrar”, afirma Marcel, que acha que o longa mudou a vida dos que se envolveram com ele. “Nelson Xavier, que vive o Chico, sempre foi ateu, comunista. Hoje, sente a presença de Chico com ele sempre. Passou por um processo de transformação que diz que é irreversível.”

Entre as histórias mais curiosas, está a de um cachorro vira-lata. “Um produtor de elenco passou dias procurando um cachorro parecido com o que o médium tinha, mas toda hora era seguido por um cãozinho simpático que pulava e abanava o rabo, mas não tinha nada a ver com o bicho que queríamos. Quando foi até o dono do cachorro, ele perguntou qual o nome dele e ficou surpreso ao ouvir que era Chico. Assim, o vira-lata ganhou um papel.”

Marcel elege ainda a participação de Christiane Torloni no longa como uma das mais marcantes. “Ela faz uma mãe que perdeu um filho e busca provas de que ele continua vivo no além através de uma mensagem de Chico. E é de conhecimento público que ela viveu essa mesma tragédia há alguns anos”, conta. “Ela foi generosa e corajosa ao dividir com o público um pedaço dessa dor.”

Nenhum comentário: