domingo, 17 de janeiro de 2010

Mídia. Falta de apreço à língua que herdamos


O que a língua-mãe sofre não é brincadeira. Até os meios de comunicação, que mais deveriam prezar por transmitir informações corretas, ajudam a complicar a coisa. Quer um exemplo? Neste domingo, uma emissora de tv cearense exibiu caracteres referindo-se a palavra "caçote", escrita de forma incorreta: "cassote".

Por conta de coisas assim é que se tem aberrações incríveis como as denominações de banda com títulos escritos de forma incorreta como 'muído' (para se referir a moído) 'noda' (para se referir a mancha, nódoa) revelando o destrato e a falta de familiaridade com o nosso vernáculo.


Nenhum comentário: