sábado, 28 de novembro de 2009

CBN: a censura do comercial com voz de Lula


Está na Folha: "A rádio CBN voltou atrás em sua decisão de tirar do ar o comercial de uma marca de papel higiênico cujos personagens imitam o presidente Lula e a ministra Dilma Roussef. A informação está na coluna de Mônica Bergamo, publicada neste sábado pela Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Ouça o comercial AQUI.

A campanha havia sido veiculada na manhã de quinta-feira (26) no Rio e depois saiu da programação. Rubens Campos, diretor-geral do Sistema Globo de Rádio, afirmou ter ficado "preocupado" com a peça publicitária.

Campos é também do Conselho de Ética do Conar (Conselho de Autorregulamentação Publicitária). A entidade, porém, declarou oficialmente que não via motivos para a proibição."

Nenhum comentário: