terça-feira, 6 de outubro de 2009

Locução à distância: a ABLAP dá explicação


Recebo telefonema de Franco Vasconcelos, radialista cearense radicado em Brasília, a respeito da surpresa nossa em orno de um curso de locução à distância. Por conhecê-lo e receber as devidas explicações, abro o espaço do GENTE DE MÍDIA ao e-mail que ele nos enviou:
"Amigo Nonato Albuquerque:

Como combinado por telefone, envio dados sobre o curso de locução a distância ministrado pelo SENAC-CE em convênio com a ABLAP. Tenho a certeza de que a sua visão do ensino a distância, a partir destas informações, será mais ampla.

A Associação Brasileira de Locutores, Apresentadores e Produtores de Rádio e TV – ABLAP, sediada em Brasília, tem registro no Cartório do 1º Ofício de Pessoas Jurídicas do Distrito Federal e Inscrição na Receita Federal.

A ABLAP é uma Instituição sem fins lucrativos que, entre os seus objetivos, visa congregar locutores, apresentadores e produtores de Rádio e TV para a defesa da liberdade de informação, da valorização profissional e da cultura nacional. Hoje, com muita honra, participo da diretoria executiva da ABLAP como Presidente.

A ABLAP também tem entre seus objetivos formar, qualificar e especializar profissionais na área de Comunicação Eletrônica, nesta quadra em que as novas tecnologias promovem rápidas mudanças no rádio, na TV e na Internet.

Essas mudanças tecnológicas também mudaram a Educação e alteraram a formação profissional. Na atualidade, a qualificação de trabalhadores também se faz mediada por computadores. Empresas como a Petrobras, Caixa Econômica e Banco do Brasil lançaram suas Universidades Virtuais. O governo federal lançou a Universidade Aberta do Brasil para formar graduados e licenciar professores.

No Jornalismo é fato corriqueiro receber e transmitir informação a distância, com o apoio da informática. Na Educação, as paredes da sala de aula tradicional, que exigem o aluno em um lugar certo em tempo determinado, começam a ceder lugar para o ensino mediado por computador em que o aluno pode receber o conhecimento em qualquer lugar, e na hora em que bem lhe aprouver, desde que cumpra a carga horária do curso.

Aquele que está fora do grande centro, sem boas escolas, sem faculdades, sem escolas de ensino profissional, assim, pode obter conhecimentos, qualificações e certificações.

Na busca de cumprir o seu objetivo da formação profissional, A ABLAP buscou o SENAC, Instituição com 64 anos de experiência e excelência em Educação e Ensino no país. Primeira Instituição do Brasil, fora da rede pública, a receber autorização do MEC para oferecer cursos de pós-gradação a distância. E assim surgiu o curso de formação de locutores a distância.

Na rede SENAC Brasil, após cuidadoso levantamento da ABLAP, identificou-se o SENAC-CE como a melhor referência de qualidade no ensino a distância. Estamos em Brasília, mas firmamos convênio com o SENAC-CE, a partir desta verificação.

Nonato, a divulgação no seu Blog das logomarcas da ABLAP e do SENAC, em link de divulgação do curso de locução promovido em convênio por estas instituições, encimadas pelo título: “Se até o ENEM é fraudado, imagine isso”, em postagem de 01/10/09, sugere que o Ensino a Distância é fraudável. Desse modo, nos parece, discrimina o ensino a distância como ensino ineficaz, como caminho fácil.

Amigo, as exigências quanto ao cumprimento de tarefas, de carga horária, de qualidade nas avaliações são iguais ou superiores às do ensino presencial. A estruturação didático- pedagógica do curso é continuamente avaliada e, se o aluno não alcança os resultados esperados, não tem aprovação no curso.

O ensino a distância (EAD) utiliza e-mail, mídias como o DVD e o CD, softwares especiais como plataformas de ensino aprendizagem, em ambientes virtuais de aprendizagem – AVA, que proporcionam interação em tempo real entre professor-aluno e aluno-aluno.

O curso de locução realizado em conjunto pela ABLAP e SENAC-CE tem como conteúdos didáticos Dicção e Articulação das Palavras, Técnicas de Locução, Produção de Programas, Ética e Legislação.

O material de ensino enviado ao participante é composto por textos e áudios para orientação do aluno. As avaliações são gravadas e enviadas por e-mail ou CD ao SENAC. Professor orientador cumpre plantão, de segunda-feira a sexta-feira, em atendimento online.

Em síntese, as novas tecnologias facilitam o acesso em relação ao lugar e ao tempo, mas em nada diminuem a responsabilidade de educadores e educandos no processo ensino-aprendizagem.

Espero, Nonato Albuquerque, que as informações aqui trazidas esclarecem o seu público de que o curso de formação de locutores a distância lançado pela ABLAP, e ministrado pelo SENAC regional Ceará, tem fundamentação didático-pedagógica e que é forma séria e responsável de preparar jovens e adultos para o trabalho em locução.

Agradeço ao amigo pela atenção. Um forte abraço.

Franco Vasconcelos
Presidente da Ablap
francovasconcelos@ablap1.com

13 comentários:

Gaditas do Senhor disse...

oLÁ MEU CUNHADO ME MANDOU O ANUNCIO DESSE SITE PRA MIM,QUERIA SABER SE REALMENTE É CONFIAVEL ESSE CURSO?
ME MANDEM UM EMAIL POIS NAO ACESSO MUITO O BLOG E POR UM ACASO NO GOOGLE ACHEI ESSA POSTAGEM SOBRE A ABLAP.
MEU EMAIM É SAMN.7@HOTMAIL.COM

Anônimo disse...

olá jente!!!por acaso lendo sobre cursos de locução pra fm a distancia, encontrei esta pagina, queria saber um pouco mais sobre esse curso, teria como me mandar algo mais dizendo como faze-lo...meu e-mail é.. ataidefurtadojpa@hotmail.com
obrigado sucesso pra vcs....

Anônimo disse...

Olá tudo bem.. achei essa postagem no orkut.. gostaria de saber se esse curso é mesmo reconhecido pelo senac e o drt é mesmo emitido, queria saber se é comfiavel e se tudo esta crendenciado, me interessei em fazer o curso mais antes quero tirar essas duvidas, quero saber mais detalhes meu e-mail pra resposta djiovanni21@hotmail.com

fico no aguardo.

Locutor Ricardo Santos disse...

Olá bom dia, sou Ricardo Santos, moro em Aracaju-SE. Quero informar aos duvidosos que fiz o curso de locução à distáncia e já recebi meu Registro o famoso DRT. Fiz pelo Instituto Politécnico, hoje em convênio com ABLAP E SENAC. QuALQUER DÚVIDA MEU EMAIL É:locutor_ricardosantos@hotmail.com(ou pelo meu blog: oseusucessocomecaaqui.blogspot.com) Valeu e boa sorte aos futuro locutores).

Anônimo disse...

Já eu não posso dizer o mesmo, pois ja se passam 3 anos que concluí o curso e até hoje corro atras do Franco Vasconcelos para receber os meus documentos, meu registro ou no minimo meu dinheiro de volta.
Em Brasilia e em Goiânia ainda hoje ele dá aulas e mesmo assim não entrega nossos registros,e nem tem a minima dignidade de dar uma satisfação.
Thais Cavalcante.

Ana Silva - Equipe Ablap disse...

Olá. Veja a página do curso: www.ablap1.com

Veja a Declaração do Ministério do Trabalho - autoridade que emite os Registros de Radialistas (DRTs) - sobre a LEGALIDADE do curso.

Em tempo: A Sra. Thais, que acima diz não ter recebido seu registro profissisonal, recebeu o seu DRT neste mês de março/11 da Ablap (antes não o receberá por falta de gravação de áudio que não apresentara).

Saudações
Ana Silva - equipe Ablap

---- disse...

Olá, Fiz ABLAP e recebí o DRT minha carteira sde trabalho, recebí um Lindo certificado timbrado pelo SENAC/CE e um certificado da ABLAP. Recebí além disso uma carteirinha de Locutor para usar aonde fore preciso sem precisar levar carteira de trabalho. A ABLAP é séria, foi perfeita e eu agradeço a eles. Meu nome de trabalho é Jr Vipper - Qualquer dúvida meu e-mail é jrvipper@email.com.

Anônimo disse...

Até onde tenho conhecimentos reais, o Sr. Franco Vasconcelos de Brasília é muito conhecido como uma pessoa que enrola as pessoas prometendo D.R.T que somente saem depois de muitas cobranças. É uma empresa que somente VENDE um DRT, ensino que é bom é ZERO. Infelizmente o Brasileiro por falta de conhecimentos caem em coisas como essas. Abra o olho com esse povo!

Anônimo disse...

Sr. Nonato Albuquerque,


Identifico - me:
Fernando Costa
fernandocostajornalista@gmail.com

Estou surpreso de que o espaço de seu Blog esteja disponível para ataques pessoais anônimos. A citação pessoal, expressões anônimas agressivas como “empresa que vende um DRT” e “o Brasileiro por falta de conhecimentos caem em coisas como essa” (sic) agridem, maculam, mancham e tornam o nível do debate deste espaço rente ao chão. As expressões citadas caracterizam crimes contra a honra, passíveis de ação judicial contra o moderador do Blog que “aprovou” e publicou ofensas anônimas. Hoje este Blog chegou ao mesmo nível e tem o mesmo odor da lama fétida dos esgotos a céu aberto.

Isso é Jornalismo, Sr. Jornalista? E o contraditório? E o ouvir a outra parte? E o separar opiniões e fatos? E a Ética Jornalística (Deontologia, para a ilustre professora Adísia Sá)? Isso é “guardar a fonte”? Publicar agressões pessoais de anônimo ... dar vazão a crimes contra a honra oriundos de anônimo ... é, no mínimo, Sr. Jornalista, lançar fora uma imagem de equilíbrio outrora construída no seu trabalho, é demonstrar a aparente ausência de critérios quanto ao que se publica neste Blog.

Não sou advogado do citado. Aqui não faço defesa. Apenas expresso minha opinião quanto ao “novo jornalismo” praticado pelo comunicador Nonato Albuquerque – serei censurado, não publicará este post? - O Sr. Gilmar Mendes tinha alguma razão ao comparar jornalistas (alguns) a cozinheiros: para praticar este “novo jornalismo”, Sr. Nonato Albuquerque, não é necessário ter diploma universitário, da mesma forma que para servir um prato sem gosto não precisa esquentar cadeira de Universidade.

Sr. Jornalista, se algo do bom jornalismo ainda existe neste Blog, que essa postagem anônima não seja deletada e que este post seja publicado. Assim, outros poderão opinar sobre o seu “novo jornalismo”, Sr. Nonato Albuquerque. Seria bom, também, conhecer os critérios editoriais que utilizou, Sr. Jornalista, para abrir espaço aos ataques pessoais anônimos em seu Blog.

LacerdaSax - tem de tudo e mais um pouco disse...

Prezado Nonato Albuquerque, me chamo Carlos Eduardo e sou de Cachoeira Paulista-SP.
Estou escrevendo para me informar a respeito de um curso ministrado pelo Sr. Franco Vasconcelos, hoje Presidente da Ablap. Na época era profissional do IMEP/Brasília.
Participei do curso, mas infelizmente ainda não consegui obter o meu registro junto ao ministério do trabalho.
Já tentei dar entrada no DRT várias vezes e sempre o meu processo volta, alegando que o curso não dá direito a DRT.
Já perdi várias oportunidades de trabalho por conta disso. O curso foi ministrado alegando a possibilidade de se colocar no mercado de trabalho como locutor e produtor, ou seja, com DRT e tudo mais.
Vejo que esta pode ser a oportunidade para esclarecer a situação, visto que como citado no blogm, ele é de Brasília (o que dificulta muito o contato).
Observei que ele se manifestou em seu blog com referência ao curso a distância para locutores (Ablap/Senac-CE).
Certo de poder contar com a sua ajuda sua e de todos fico no aguardo de uma resposta.

Ps: assim como eu tem muitos outros conhecidos e colegas que fizeram o mesmo curso, mas também não conseguiram obter o seu registro.

Carlos Eduaro

Luiz Silveira disse...

Ola Pessoal meu nome é luiz silveira sou de monte santo interior da bahia eu fiz o curso de locução na ablap/senac e me dei muito bem recebi minha drt sem nenum problema,hoje sou profissional na ctps e abilitado pra trabalhar em qualquer radio do brasil,ja estou no rádio desde 1996 porem so conseguir tirar minha drt pela ablap/senac eu indico sim a todos quem tem sonho de um dia ser profissional de radio eu estou sem rádio mais por que dei uma parada pra descançar mesmo breve volto com força maxima e sou profissional de rádio abilitado na ablap /senac brasilia / ceara] flow

Anônimo disse...

Eu gostaria de saber quanto e curso no total? Por favor alguem mim responda. Eu to muito confusa pos eu pretendo fazer mas sem mais em formação não dar...

masmococa disse...

Olá, se o curso é válido, porque o sindicato de são paulo não se pronuncia sobre o mesmo?
Marcos.